19 janeiro 2013

Um ano novo mafaldiano para todos nós!




Toda Mafalda
textos e ilustrações: Quino
Vários tradutores
Editora: Martins Fontes

Mafalda é uma menininha de 7 anos que encanta o mundo há quase meio século. Quino, famoso desenhista argentino, lhe deu vida em 1963, embora sua primeira tirinha tenha sido publicada apenas em setembro de 1964. A última veio em 1973 - em 1977 ela ilustrou a "Declaração dos Direitos da Criança" - e apesar dos 40 anos sem tirinhas novas, Mafalda continua atual como sempre. 

Esta tirinha não permanece absolutamente atual - se trocarmos Japan por China?

Questionadora, inquieta, às vezes engraçada, às vezes pessimista, e quase sempre irônica, Mafalda parece não se encaixar nos padrões que a sociedade criou, e tem sempre um olhar contestador em relação ao mundo. Conheci Mafalda na infância, numa época em que devorava ferozmente histórias em quadrinho. Lembro de ter perguntado ao meu pai porque as tirinhas dela eram tão "diferentes" - acostumada com as histórias da turma da Mônica e do Pato Donald, me soou estranho os questionamentos de Mafalda... mas o fato é que logo estava apaixonada pela jeito "mafaldiano" de ver as coisas do mundo. Porque a guerra? Porque a desigualdade social? Porque ter que tomar sopa? Porque tantas regras? Porque os adultos são tão tolos e chatos? Taí respostas que eu também queria ter...

Adoro quando ela conversa ou refere-se ao globo terrestre... pobre planeta terra. Mas também adoro quando ela simplesmente olha as coisas que insistimos em complicar com a simplicidade tão típica da infância. Ou quando critica ou ridiculariza alguma convenção ou regra "adulta", e como tenta driblar os pais - e muitas vezes consegue. Adoro Mafalda, em suas várias facetas!

E não é que ela está certa?

Ultimamente tenho me identificado totalmente com a sequencia de tirinhas em que ela deseja desesperadamente uma tv em casa, e o pai é contra a ideia... mas no final acaba cedendo. Ah, mas Mafalda não demora muito para perceber que não estava perdendo muito... Queria tanto livrar-me definitivamente da tv aqui em casa, me pego tantas vezes angustiada com a quantidade de tv que minha filha assiste... pffff...



Mas pensei em escrever este post há algumas semanas, quando logo depois de comprar minha agenda 2013 uma amiga postou uma foto da sua no facebook - ambas da Mafalda. Ano passado havia visto umas agendas de Mafalda na livraria, mas como ganhei uma lindona de um parceiro profissional, me contive. Para este ano decidi, compraria uma agenda da Mafalda, e encontrei opções até mais interessantes: uma agenda/calendário de mesa, em espiral e com uma página, e tirinha, por dia. E o melhor, em português!

A minha é amarela e repousa imperiosa sobre minha mesa de trabalho!

Aí lembrei do meu adorado livrão Toda Mafalda, que contem TODAS as tirinhas de Mafalda, destes quase 10 anos em que foram publicadas, e em português. Adoro, leio sempre, e agora minha filha também está se interessando. Achei que seria uma boa forma de começar 2013 (já terminando a segunda terça parte do seu primeiro mês!!!) aqui no Cachinhos, e dizer o quanto eu desejo um ano cheio de questionamentos e de possibilidades de repensar o que parece imutável. Um ano assim... mafaldiano para todos nós!



Obs: Sabia que Mafalda surgiu por uma encomenda à Quino para criar uma tira cômica que servisse de publicidade "disfarçada" para uma firma de eletrodomésticos? Mas o cliente da agência recusou o plano da campanha... ufaaa, sorte nossa...

Um comentário:

  1. Fantástico post! Acabei de comprar minha TODA MAFALDA, e estiou louca para rever as tirinhas ;-)

    ResponderExcluir